SLOW NATAL

 

Ao valorizar o que realmente importa na época de Natal, estaremos a evitar um Natal com excesso de consumo. É importante aprender a consumir com consciência, escolher melhor o produto que vamos comprar e analisar se realmente precisamos dele. É fundamental abandonar o consumo por impulso.

Se formos capazes de alterar os nossos hábitos de consumo, conseguiremos consumir melhor, evitar o desperdício de dinheiro e recursos.

Antes de comprar lembre-se:

  1. O valor dos presentes deve estar relacionado com a criatividade e seu significado. Faça você mesmo, ou então procure comprar nos mercados locais produtos artesanais.
  2. Faça alguma pesquisa antes de comprar, hoje já temos informação sobre quem são os fabricantes ambientalmente responsáveis e que comprovadamente praticam a responsabilidade socioambiental.
  3. Procure embalagens mais simples e reutilizáveis.

 

 

O PERÚ DE NATAL

peru-assado-de-natal-slow-natal

E por fim chegamos ao almoço de Natal, que seguindo a tradição costuma ter como visitante o Perú. O hábito de comer o peru no Natal, surgiu na cidade de Plymouth, no estado de Massachusetts,  nos Estados Unidos da América, no distante ano de 1621. No dia de acção de graças desse mesmo ano, foi servido  peru selvagem, criado pelos índios mexicanos, como prato principal.

Foram os Portugueses ou os espanhóis, existindo opiniões divergentes, que o trouxeram para a Península Ibérica, no primeiro quartel do século XVI, da Península disseminou-se por toda a Europa.

Em Portugal, só no século XVI se começou a cozinhar o peru, que só chegava às mesas mais abastadas no inicio, mas acabou por se ir impondo com o tempo a outras mesas menos abastadas, pelo menos uma vez no ano – no Natal.

 

  • Peru
  • Manteiga de ervas (manteiga, arandos secos, alecrim e sálvia, tomilho, pimenta e 1/4 de noz moscada) – deve ser preparada na véspera
  • clementinas
  • raminhos de tomilho
  • ramos de alecrim
  1. Coloque a manteiga à temperatura ambiente, numa taça e junte os restantes ingredientes picados. Misture tudo com as mãos.
  2. Coloque o Peru com as patas viradas para si
  3. Coloque a manteiga de ervas entre a pele e a carne.
  4. Coloque os raminhos de tomilho e alecrim dentro da cavidade traseira do peru.
  5. Enrole o Peru em película aderente, guarde no frigorífico e deixe absorver os aromas e sabores da manteiga durante a noite.
  6. No dia seguinte, retire do frigorífico umas duas horas antes de o começar a cozinhar e desembrulhe.
  7. Corte as clementinas e coloque da cavidade onde na véspera colocou os raminhos.
  8. Ponha o peru numa travessa e cubra com papel de alumínio e leve a forno pré-aquecido no máximo. Quando colocar o perú no forno baixe para 180º .

E assim chegamos ao fim desta pequena viagem pelas tradições gastronómicas de Natal em Portugal, a todos desejo um FELIZ NATAL SLOW, junto de todos os que amam em paz e harmonia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s